12 novembro 2014

Não repara a bagunça!



Assim, sei lá. Tudo muito diferente. Reinvenção do meu eu. Felicidade? Aquela que eu olho no espelho e digo: ME BASTO! Vergonha? Aprendizado! Não liga?

- Bem, ando ocupada com outras coisas, deixa pra lá.
- Quem sabe amanhã, então?
- Amanhã pode ser tarde demais.
- Ainda hoje mais tarde? Um cinema talvez...
- Não deixa pra depois, ok?

Agora é 8 ou 80. Aos extremos. Sim ou não. Sem talvez. Talvez você possa sentir saudade do meu beijo. Não? 

- Oi, tudo bem. Como você tá?
- Eu estou bem melhor desde quando me afastei de você.
- Sério?
- Acredite! E... assim... é... bom, não repara a bagunça, eu mudei tudo de lugar.
- Você mudou.
- Não, só inverti as posições.

Sabe aquele talvez, aquele aprendizado, aquela saudade? Talvez eu tenha aprendido a viver sem você!


Por Eduarda Iannuzzi

4 comentários:

  1. Muito bom o texto! Adorei!
    Já estou seguindo seu blog! Super lindo! Bjs
    http://www.dignissimavaidade.com.br/

    ResponderExcluir
  2. QUE TOPPP
    Adorei o texto, amigaa
    Beijos :*

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...